20/11/2018 - 17:32

Vereador denuncia a precariedade no atendimento de pacientes com diabetes em João Pessoa



O vereador, Tibério Limeira (PSB), afirmou em pronunciamento na manhã desta terça-feira (20), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), ter recebido diversas reclamações de pessoas com diabetes na Capital sobre a falta de equipamentos e materiais para o controle da doença no dia a dia. O parlamentar explicou que, para que o controle seja feito, é preciso um aparelho de medição da glicose e das tiras utilizadas para saber a quantidade e a necessidade da aplicação da glicose.
Segundo Tibério Limeira, tanto o aparelho quanto o kit com as tiras custam R$ 90,00 cada, mas devem ser fornecidos de forma gratuita pelos postos de saúde. “Há seis meses foi feita uma licitação de novos aparelhos e tiras. A licitação foi feita, os pacientes devolveram os aparelhos antigos, os novos ainda não chegaram e eles estão sofrendo para controlar a diabetes. É algo extremamente grave, eles precisam saber o nível de glicose para não correrem o risco de terem uma hiperglicemia ou uma hipoglicemia, o que pode causar a morte do paciente”, explicou.
O parlamentar afirmou que a atual gestão da saúde, gerida pelo secretário Adalberto Fulgêncio, teria vários problemas. “Ele não está atendendo à expectativa e às demandas desse cargo”, posicionou-se.
Reunião em Muçumagro
O vereador relatou que esteve no bairro Muçumagro em uma reunião de mandato com a comunidade e conheceu uma senhora diabética de 70 anos. Segundo o parlamentar, ela confessou que não possuía o aparelho medidor de glicemia e estava se aplicando há oito dias com a mesma seringa.
“Fiquei extremamente chocado e emocionado com essa realidade. Há grande risco além da hipoglicemia, dela ter uma infecção. Nada disso faz sentido se nós vereadores não podermos amenizar a dor dessas pessoas. Precisamos nos unir para acabar com esse tipo de situação. Vamos acionar todos os meios legais para garantir que os diabéticos de João Pessoa sejam respeitados.”, enfatizou o parlamentar.
A vereadora Raíssa Lacerda (SD) e os vereadores Leo Bezerra (PSB) e Bruno Farias (PPS) acostaram-se ao pronunciamento de Tibério Limeira. “É recorrente denúncias por parte da população por falta de tiras, não é um problema pontual. A regra é não ter e a exceção é que esses materiais estejam a disposição da população. Há ainda a escassez de insulina. Independente de posição política, temos que chamar o feito à ordem”, declarou Bruno Farias.
Diante da situação exposta por Tibério Limeira, ele afirmou que irá acionar o Ministério Público e o Tribunal de Contas para que as medidas legais cabíveis adotadas de forma célere. "Vamos acionar o Ministério Público e o Tribunal de Contas para que sejam tomadas as medidas cabíveis. É importante que tenhamos agilidade na resolução desse problema, aqui estamos tratando da saúde e da vida das pessoas, complementa o Vereador".