04/10/2019 - 11:07

Vereador anuncia fórum de mobilidade da Região Metropolitana



O líder oposicionista na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereador Marcos Henriques (PT), anunciou a formação de um fórum metropolitano abrangendo as cidades de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita e Cabedelo para discutir a mobilidade urbana de forma a integrar essas localidades. A mobilidade e a cobrança à Prefeitura de que os assuntos da cidade sejam discutidos de forma coletiva, a exemplo do programa ‘João Pessoa Sustentável’, fizeram parte de seu discurso, em tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (1º).
“A criação do fórum é algo indispensável quando se quer pensar no assunto mobilidade. O trânsito está cada vez mais caótico e carecendo de ações, inclusive de discussão coletiva. A exemplo, o ‘Programa João Pessoa Sustentável’ também prevê ações em mobilidade, e percebemos que o Governo Municipal, apesar de chamar algumas poucas pessoas para discuti-lo, não realizou uma convocatória envolvendo toda a comunidade onde serão realizadas ações para debater, fazer o povo compreender o que será executado e opinar no que pode ser realizado da melhor forma”, apontou.
O parlamentar lembrou que realizou diversas plenárias em algumas localidades que serão beneficiárias de ações do ‘Programa João Pessoa Sustentável’, como as comunidades Tito Silva, Padre Hildon Bandeira e São Rafael.
“Por que é tão difícil dialogar com a Prefeitura? Uma prova disso foi o debate que realizamos sobre o ‘João Pessoa Sustentável’ aqui na Câmara. O evento reuniu todos os bairros que serão afetados pelo projeto, no entanto, a Prefeitura não esteve presente com nenhum representante”, lastimou Marcos Henriques.
Segundo Marcos Henriques, a falta de diálogo do Executivo com a população fez com que alguns líderes de bairros fizessem um estudo do que está sendo apresentado no site da Prefeitura, como a realidade habitacional da Capital. “Eles apontaram que há um deficit de 32 mil habitações e a acomodação das unidades em relação ao solo é um dos piores exemplos, trazendo muita preocupação”, evidenciou o líder oposicionista.