20/05/2020 - 21:33

Uso de cloroquina no tratamento da COVID-19 é um crime contra a saúde pública, diz pesquisadora



A pesquisadora do curso de Farmácia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Bagnólia Araújo Costa, disse, nesta quarta-feira (20), Fala, Paraíba da Rádio Tabajara, que autorizar o uso da cloroquina no tratamento de pacientes com a COVID-19 é um crime que se comete contra a saúde pública.


Segundo a professora, além de não exiitir nenhuma comprovação da eficácia da utilização do medicamento no tratamento do coronavírus os efeitos colaterais são variados e   podem causar danos irreversíveis aos pacientes.


A doutora Bagnólia citou como exemplos oriundos do uso da cloroquina em pacientes infectados pela COVID-19 problemas relacionados a visão e coronarianos.


Ela não recomenda de forma nenhuma e em qualquer das circunstânicias a administração do medicamento para combater o coronavírus. Segundo a professora, só existem duas alternativas para enfrentar a doença, ou seja, distanciamento social e higine." Não existe alternativa medicamentosa", concluiu.