11/03/2019 - 12:36

Terminal de Integração da Zona Sul beneficiará mais de 150 mil pessoas



Beneficiando a uma população estimada em mais de 152 mil pessoas de nove bairros, além de outros de forma indireta, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, autorizou, na manhã desta segunda-feira (11), o início das obras do Terminal de Integração da Zona Sul, localizado no bairro Valentina Figueiredo. No novo equipamento circularão, inicialmente, uma frota de 94 ônibus, de 14 linhas, das quais seis são circulares, modernizando e dando mais eficiência ao embarque e desembarque de passageiros da região que mais cresce na cidade.
O projeto, inteiramente desenvolvido por técnicos da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) a partir do diálogo com a população, está orçado em mais de R$ 2,2 milhões. Ele fica localizado na esquina da Rua Mariângela Lucena Peixoto com a Rua Avelino dos Santos, ao lado do campo de futebol, que será mantido e integrado ao Terminal. O novo equipamento terá 3.895 m² e vai contar com uma guarita de segurança, plataforma unificada coberta, com área de 700 m², banheiros e uma área para a administração e oferta de serviços. O projeto inclui ainda a revitalização de todo o espaço coletivo onde está inserido, garantindo qualidade na prática esportiva e no lazer dos moradores.
“Buscamos fazer um projeto ouvindo a população diretamente beneficiada para oferecer mais conforto aos usuários do transporte público coletivo e, ao mesmo tempo, manter em funcionamento a estrutura já presente neste espaço onde ficará localizado o terminal, por exemplo, com o campo de futebol, que foi contemplado no projeto e passará por melhorias significativas para ser mantido no local. Com isso, estamos autorizando agora mais esta importante obra de mobilidade urbana, moderna, eficiente e que apresenta uma solução definitiva na questão dos transportes públicos da Zona Sul”, afirmou Luciano Cartaxo.
O terminal vai beneficiar diretamente os moradores dos bairros Valentina Figueiredo, Mangabeira, Planalto da Boa Esperança, Paratibe, Gramame, Gervásio Maia, Muçumago, Nova Mangabeira e Parque do Sol. Como também serão integradas linhas circulares, outros bairros da região, como é o caso do Geisel, também serão beneficiados. Nesta região circulam atualmente 94 ônibus, que passarão por uma requalificação do planejamento operacional após a conclusão das obras, o que permitirá uma redução do tempo de viagens e consequentemente o tempo de espera nas paradas.
Contando hoje com um calçadão e um campo de futebol que será mantido, a área onde começa a ser construído o Terminal vai ganhar Academia da Terceira Idade (ATI) e pista de caminhada. As barracas também serão revitalizadas e o campo de futebol vai ganhar gramado e infraestrutura, incluindo nova iluminação, vestiários, banheiros e uma sede administrativa, de acordo com solicitação dos moradores. No total, o complexo terá 12.895 m².
De acordo com o superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, a obra vai ajudar na conexão de linhas de transporte coletivo. “Atualmente as linhas, mesmo aquelas de menor demanda, precisam ir até o centro da cidade. Com a obra, essas linhas vão poder ser interligadas às de maior demanda, como circulares, sendo finalizadas no terminal. Elas, portanto, terão viagens mais curtas e vão circular no bairro com frequência maior, tornando o transporte mais eficiente”, explicou.