26/07/2019 - 13:09

Solenidade de homenagem ao ex-presidente João Pessoa tem baixo comparecimento



As solenidades alusivas ao 89° aniversário da morte do ex-presidente João Pessoa realizadas nesta sexta-feira (26) na Capital registraram baixo comparecimento.


Durante ato cívico na Praça João Pessoa, o vereador Milanez Neto pediu a construção do Museu de João Pessoa. “O que João Pessoa fez pelo Brasil é motivo de orgulho”, afirmou.

Sobrinho bisneto do ex-presidente João Pessoa, ele disse que a história de João Pessoa não orgulha apenas a Paraíba, mas o Brasil e o mundo.

“Quando a gente olha hoje tudo o que vive o Brasil e lembra o que João Pessoa fez pelo Brasil, é motivo de orgulho e acredito que, infelizmente, por não ser tão lembrada aa nossa história, a Paraíba hoje não tenha o tamanho que tinha há 89 anos atrás. Infelizmente, quando a gente analisa hoje o quadro político nacional e divide a nova e a velha política, eu sempre digo que o orgulho que temos é da velha política, a política de João Pessoa, que nos deixou exemplos a ser seguidos”, declarou.

Ele lembrou obras como a construção da Avenida Epitácio Pessoa, do Porto de Cabedelo. “Hoje, infelizmente, a minha geração, se não tivesse o sangue nas minhas veias, boa parte dela não teria conhecimento do que foi João Pessoa para a Paraíba e para o Brasil.

Mais cedo, ao lado do pai, o ex-vereador Fernando Milanez, o parlamentar participou da celebração religiosa alusiva aos 89° Aniversário da Morte do Presidente João Pessoa, realizada na manhã desta sexta-feira (26) na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves.

A missa, celebrada pelo padre Adriano, reuniu autoridades, familiares, como Abelardo Jurema, e amigos. Entre os presentes estava o professor José Otávio de Arruda Melo.

O governador João Azevedo foi representado pelo secretário de articulação política, o deputado licenciado João Gonçalves.