12/10/2018 - 11:18

Ricardo pede à militância para ir às ruas convencer eleitores a votar em Haddad



Assim o governador Ricardo Coutinho definiu o que cada militante e apoiador de Fernando Haddad (PT) tem que fazer para vencer a batalha da eleição presidencial: “Não esperemos um comando central para fazer campanha. É pé no caminho e muita conversa com o povo”, declarou Ricardo durante reunião na tarde de ontem (11) para articular a campanha do petista no segundo turno das eleições. Eleitores, militantes e apoiadores de Haddad lotaram a sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetag), onde a reunião aconteceu. A plenária foi convocada por Ricardo, que assumiu a coordenação da campanha de Fernando Haddad no estado. A orientação é para que toda militância, parlamentares eleitos e candidatos não eleitos entrem na campanha, vão às ruas, para os bairros, conversar com as pessoas e convencer todo mundo a votar em Haddad, apontando o perigo que representa, para a democracia e a população, uma vitória do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro. Ricardo disse que Bolsonaro é  “o candidato da guerra” e destacou a importância da militância ocupar a cidade com inteligência. “Temos que ganhar as pessoas, sem guerra física, porque é isso que eles querem”, alertou. Além da militância do PSB, PT e partidos aliados, estavam presentes na plenária o governador eleito João Azevêdo (PSB), além de parlamentares eleitos e candidatos não eleitos nas urnas no dia 7.