10/05/2020 - 21:41

Quase 170 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe na Capital; campanha continua



A vacina que previne contra a gripe tem objetivo reduzir a circulação do vírus e, consequentemente, o número de hospitalizações e risco de morte devido à gripe. Em João Pessoa, desde o início da campanha já foram vacinadas 169,4 mil pessoas. Nos últimos três dias, na primeira fase da terceira etapa foram administradas 33,4 mil doses.

A partir desta segunda (11), a vacinação será retomada e segue até a próxima quinta-feira (14), a partir das 8h até as 16h, nos 68 ginásios de escolas municipais e três pontos de ‘drive thru’, localizados no Parque da Bica e nos estacionamentos dos Shoppings Manaíra e Mangabeira. Confira os locais: http://joaopessoa.pb.gov.br/influenza/

Nessa nova etapa estão incluídas as crianças com idade de seis meses a menores de seis anos; pessoas com deficiência e gestantes, e puérperas até 45 dias. Na segunda etapa da terceira fase serão imunizados adultos de 55 a 59 anos de idade e professores das escolas públicas e privadas. O calendário da segunda etapa será divulgado posteriormente.

Fernando Virgolino, chefe de Imunização da SMS ressaltou que a assistência domiciliar continua. “Nossa equipe multidisciplinar também segue fazendo a vacinação domiciliar das pessoas com deficiência que já são atendidas na rede municipal de saúde. No caso de dúvida ou para mais informações, os usuários podem ligar para 160 na Ouvidoria Setorial de Saúde ou para a Central da Rede de Frio, pelo número (83) 3218-6170”, completou.

Quem ainda não foi vacinado – A Prefeitura vem batendo recordes dos índices de vacinação, mas as pessoas ainda não imunizadas nas fases anteriores devem procurar os postos de vacinação. Na primeira etapa, o público-alvo era composto por idosos e profissionais de saúde, os quais podem ser imunizados também no Centro Municipal de Imunização (antigo Lactário da Torre).

A segunda fase era destinada aos profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, pessoas com doenças crônicas, pessoas privadas de liberdade, profissionais do sistema prisional e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas. Vale destacar que o ponto extra na Gauchinha não estará mais funcionando e os caminhoneiros que não se vacinaram na segunda fase também terão que procurar um dos pontos disponíveis. As pessoas devem comprovar que integram o grupo mediante documentação.

Na terceira etapa foram incluídas as crianças com idade de seis meses a menores de seis anos; pessoas com deficiência e gestantes, e puérperas até 45 dias. “A cada etapa vamos ampliando os públicos-alvo, sobretudo, as pessoas que fazem parte de etapas anteriores e não puderam ir aos postos receberem as vacinas, podem procurar os serviços e receber a dose necessária para ser imunizado. O importante é que estamos trabalhando para garantir a assistência e proteger a população contra as doenças que podem ser prevenidas”, destacou o coordenador.

Secom-JP