24/01/2019 - 17:44

PSOL emite nota de apoio ao deputado Jean Wyllys que decidiu não assumir mandato



O PSOL  da Paraíba emitiu na tarde desta quinta-feira (24) uma nota de apoio ao deputado Jean Wyllys que decidiu não assumir o  seu terceiro mandato de deputado federal alegando está sofrendo ameaças de morte.
Veja a nota na íntegra:
 
Força, querido Jean Wyllys
 
Hoje é um dia muito triste para quem defende a democracia e a livre orientação sexual das pessoas, nosso querido Jean Wyllys (Deputado Federal pelo PSOL/RJ) anuncia que não assumirá novo mandato devido as recorrentes ameaças de morte.
 
O Jean, é a maior vítima de Fake News do Brasil, a homofobia das pessoas não permite sequer buscar informações, ler os projetos na página da Câmara dos Deputados, buscar os vídeos não editados ou visitar a página do Jean na internet, o direito ao contraditório é cotidianamente negado ao companheiro.
 
Recentemente descobriram o plano para executar o Marcelo Freixo (Deputado Estadual pelo PSOL/RJ). Em março desse ano completa um ano da excursão da Marielle Franco (Vereadora pelo PSOL/RJ). Jean, também do PSOL do Rio de Janeiro, é mais um ameaçado de morte. Não estamos em uma normalidade democrática.
 
Também no Rio de Janeiro, as denuncias, que a princípio eram de lavagem de dinheiro, hoje aproximam os Bolsonaro de integrantes das milícias, seja com homenagens realizadas no parlamento, seja empregando familiares de milicianos presos.
 
Não bastasse o governo Bolsonaro rasgar a Lei de Acesso a Informação via decreto, impor uma reforma da previdência tão cruel ou pior que a de Temer, colocar em risco nossas florestas, nomear corruptos para ministérios, ainda tem a desfaçatez de comemorar as consequências de uma ameaça de morte. O Brasil não merece esse presidente, Bolsonaro não merece ocupar o cargo, ele, além de incompetente, é desumano.
 
Força, Jean Wyllys, pode contar conosco nessa luta que seguimos juntos, dentro ou fora do parlamento.
 
Forte Abraço
Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB
Assessoria