01/06/2019 - 10:16

Pedro defende que PSDB fique fora da polarização política e concentre atuação na defesa dos interesses da população



O deputado federal e presidente do PSDB na Paraíba, Pedro Cunha Lima, defendeu nesta sexta-feira (31), durante a XV Convenção Nacional da legenda, em Brasília, que o partido ocupe o vácuo existente na política brasileira, fora da atual polarização. Segundo o parlamentar, que foi indicado para assumir a Fundação Teotônio Vilela, o PSDB tem um papel importante a cumprir no Brasil diante do cenário atual.
“Temos um papel a cumprir. Existe um espaço a ser preenchido na política brasileira que não merece o que está sendo posto aí. Não somos o que está sendo pautado pela política de agora. Somos diferentes, nós temos propósitos diferentes, nós compartilhamos uma visão de mundo humanitária, que busca o avanço da civilidade, com empatia a causas que merecem a nossa luta”, destacou Pedro.
Para o deputado, o momento político atual exige uma capacidade de construção, de conexão entre pessoas que compartilham esse tipo sentimento. “Então é bom lembrarmos dos motivos que nos reúne aqui. A gente se reúne porque temos propósito na vida pública, porque nos incomoda que mais de um teço das nossas crianças estejam fora das creches, porque dói nosso coração saber que em um país como o Brasil mais da metade das pessoas não tem acesso ao saneamento básico e a gente se perde em uma maneira de fazer política pequena. A gente se compromete em uma polarização que não encontra as soluções necessárias para o nosso País”, observou.
Durante discurso por um novo momento no PSDB, Pedro se colocou como um jovem de espírito inquieto, com uma necessidade de fazer diferente pelo País. “E carregando o sangue paraibano digo que queremos colaborar e servir”, afirmou.
Sobre a indicação do seu nome para conduzir o Instituto Teotônio Vilela, o deputado disse ser uma honra imensa ter sido lembrado para essa missão, acompanhado de uma grande responsabilidade. A definição sobre a presidência do instituto deverá efetivada na próxima semana.
“Agradeço a confiança do governador João Dória que traz uma mentalidade diferente, fazendo justiça social e com capacidade de trabalho. Se lá na frente eu puder olhar para trás, se puder agradecer por algo que convivi na política, vou agradecer a convivência que tive com o senador Tásso Jereissati, uma referência de homem público, alguém que me inspira. Agradeço ainda ao presidente Bruno Araújo pela confiança no nosso trabalho e também ao nosso presidente Geraldo Alckmin”, finalizou.