02/09/2018 - 14:16

‘Nova Beira Rio’ tem elevação para evitar alagamentos e incentivo a transporte sustentável



A obra da Avenida Beira Rio, em João Pessoa, vai ser oficialmente inaugurada nesta segunda-feira (3), em solenidade com a presença do prefeito Luciano Cartaxo, às 9h. A via tem um conceito de compartilhamento de espaços a gestão pretende lançar uma campanha de conscientização envolvendo todos os usuários, mas priorizando pedestres, ciclistas e usuários de transporte coletivo.
Equipes de agentes de mobilidade estarão espalhadas pela Beira Rio para alertar sobre a necessidade de atenção à sinalização e de respeito aos espaços destinados a cada segmento. O objetivo é contar com a adesão da população a essa ideia, que se tornará mote de intervenção em outros corredores.
Para a construção da ponte, foi feito um elevado no nível da pista em cerca de dois metros e meio. Ainda conforme a PMJP, essa medida acabou de vez com o risco de o nível do rio subir mais que a altura da ponte, dando fim aos alagamentos que inviabilizavam totalmente o trânsito nos períodos chuvosos, pois na região a via se constituía apenas de uma pista sobre um bueiro, o que inevitavelmente causava os alagamentos.
A obra incluiu o desassoreamento do Rio Jaguaribe, criação de um acesso entre a Beira Rio e a Epitácio Pessoa, através da Rua do Capim, e o acesso ao Altiplano e toda a duplicação da Avenida Panorâmica, dentro do planejamento de mobilidade para a região. Hoje, a Nova Beira Rio é também a via de acesso turístico entre a praia e o Centro Histórico da Capital, unindo o turismo de sol e mar ao turismo cultural e histórico da Capital.
O superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, Adalberto Araújo, explica que a requalificação respeita e aprimora o potencial da avenida. “Essa era uma via mais utilizada pelos veículos motorizados por falta de uma estrutura adequada para meios mais sustentáveis. A prefeitura, nesse caso, identificou a vocação da Beira Rio para receber as pessoas e agora disponibiliza os equipamentos necessários para que elas possam optar por uma circulação sustentável, seja a pé ou de bicicleta”.
O projeto de requalificação da Beira Rio foi desenvolvido envolvendo técnicos da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), professores universitários, ciclistas e a sociedade. Segundo a prefeitura, para chegar ao modelo implantado na Capital, foi feito um levantamento detalhado da área, com registro fotográfico, topográfico e presencial, e todo o projeto respeita o meio ambiente, com a arborização da via, e as normas da ABNT, quanto à acessibilidade.