17/04/2020 - 06:53

Maternidade Frei Damião inicia testes rápidos para diagnóstico do Covid-19 nos funcionários



A maternidade Frei Damião, em João Pessoa, e que integra a rede hospitalar do Estado, iniciou esta semana a aplicação dos testes rápidos para diagnóstico do Coronavírus nos funcionários. Para este serviço, a Secretaria de Estado da Saúde disponibilizou 40 testes. Até o final da tarde desta quinta-feira (16) tinham sido realizados 32 testes e destes, três deram positivo para o Coronavírus.

A diretora geral da maternidade Frei Damião, Selda Gomes, explicou os testes estão sendo aplicados, preferencialmente, em funcionários que estavam de quarentena em casa por apresentarem sintomas da doença como também para aqueles que já cumpriram esse período de isolamento social. “A realização destes testes é mais uma ação do setor de Saúde do Trabalhador e do Núcleo de Epidemiologia aqui da maternidade, pois estamos sempre pensando no bem estar e na saúde dos nossos funcionários”, destacou.

Ela explicou que os testes estão sendo agendados e caso o resultado, que sai em cerca de vinte minutos, dê positivo, o paciente é orientado a tomar todas as medidas preventivas, como usar máscaras e higienizar as mãos com água e sabão frequentemente. “Se o teste rápido apresentar um resultado moderado ou grave, o funcionário é encaminhado para o Lacen para ser submetido a um teste mais rigoroso e criterioso, o PCR. Nesse caso o resultado demora mais a sair e vem laudado”, explicou Selda Gomes.

Uma das funcionárias que realizou o teste rápido foi Railda de Almeida Gomes, coordenadora do Núcleo Interno de Regulação (NIR) que passou vinte dias de quarentena em casa. Ela contou que sentiu dores de cabeça e no corpo, além congestionamento nasal e por isso foi orientada pelo médico do trabalho da Frei Damião a ficar em casa. O teste rápido de Railda Almeida deu negativo para o coronavírus.

Outra servidora que também foi submetida ao teste rápido para o diagnóstico do Coronavírus foi Jannayna Barbosa Leite, enfermeira e coordenadora do Setor de Internação. Ela contou que apresentou sintomas gripais, tosse, dores musculares e na garganta. Foi atendida pelo médico do trabalho da maternidade que orientou o seu afastamento das atividades profissionais. Ela passou o período de quarentena em casa e ao retornar ao trabalho, fez o teste rápido que também negativo para o Covid-19.

Assessoria