11/02/2019 - 18:55

Manutenção de equipamentos e regularização das edificações evitam incêndios, orienta Corpo de Bombeiros



O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) atendeu, em 2018, 623 casos de incêndio em edificações (comerciais, residenciais ou industriais) ocorridos em todo o Estado. Grande parte deles teve como causa problemas elétricos, conforme perícias realizadas pela corporação.  Diante disso, o CBMPB alerta para a necessidade de fazer a manutenção das estruturas e equipamentos desses locais, bem como buscar a certificação do Corpo de Bombeiros.
 
 
Conforme o diretor de Atividades Técnicas da corporação (DAT), tenente coronel Nazareno de Oliveira, o Código de Incêndio Estadual aponta que toda edificação tem que ser certificada pelo Corpo de Bombeiros, tanto antes da construção (para a autorização dela) quanto ao final. Isso porque, durante as vistorias, a corporação classifica o risco do local e identifica quais os equipamentos são necessários para prevenir e combater incêndios e pânico.
 
“A Norma Técnica 004, do CBMPB, classifica as edificações de acordo com a sua área, altura e a natureza. Essa categorização permite que cada construção receba os preventivos adequados para que possa se regularizar e estar seguro, tais quais: extintores, sinalização de emergência, iluminação de emergência, brigada de incêndio”, explicou.
 
Segundo ele, apenas residências exclusivamente unifamiliares não necessitam de certificação. As demais, como prédios comerciais, condomínios, empresas e órgãos públicos, precisam solicitar a regularização da edificação junto ao CBMPB e atualização anual desse documento.
 
Ainda conforme o tenente coronel Nazareno de Oliveira, a presença desses preventivos de incêndio pode fazer a diferença durante um “sinistro”, tendo em vista que eles auxiliam na saída dos indivíduos das edificações, no combate inicial de um princípio de incêndio e até mesmo no controle desse, caso haja a presença de uma brigada treinada na edificação. “Ou seja, esses preventivos minimizam a probabilidade de um sinistro evoluir ao ponto de causar a perda de vidas e de bens”.
 
O processo de solicitação de vistoria do Corpo de Bombeiros pode ser realizado pelo próprio site, no endereço bombeiros.pb.gov.br. O solicitante deve estar de posse de informações como CPF ou o CNPJ, no caso de empresas, e informações diversas referente a edificação.
 
Confira as orientações para evitar incêndios com causas elétricas:
 
 
 
- Ter as instalações elétricas dimensionadas por um especialista – de acordo com a carga que vai ser utilizada na edificação
 
- Conservar equipamentos eletroeletrônicos, a exemplo de ar-condicionado
 
-Não sobrecarregar disjuntores ou tomadas com extensões ou benjamins
 
- Não utilizar os celulares durante o carregamento, assim como colocar o aparelho em cima de materiais que não peguem fogo facilmente (como o chão)
 
- Locais de maior público, como alojamentos e shoppings centers, devem ter um plano preventivo de evacuação de pessoal e combate a princípios de incêndios, com treinamento para os funcionários
 
- Em caso de incêndios, ligar 193.
Secom-PB