27/06/2019 - 13:25

Durante inauguração do Centro de Microcefalia, Lucas ressalta luta contra o Aedes aegypti



O vereador Lucas de Brito (PV) participou na manhã desta quinta-feira (27) da inauguração do Centro de Referência Municipal para Pessoas com Deficiência em Microcefalia (Centro de Microcefalia) e destacou a iniciativa da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) em ofertar um serviço que vai proporcionar mais qualidade de vida para crianças e familiares de crianças com microcefalia na Capital paraibana. No evento, o parlamentar também comentou sobre a necessidade de combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor do Zica vírus, associada à deficiência quando desenvolvida por mulheres grávidas. 
"Ao reunir o tratamento dessas crianças em um único lugar, as famílias terão seu dia a dia facilitado e poderão compartilhar experiências com pessoas que têm a mesma vivência", ressaltou Lucas, ao falar sobre o espaço inaugurando pela gestão. Localizado na Avenida Júlia Freire, 1621, em Tambauzinho, o local tem capacidade de atendimento para 45 famílias com crianças de até seis anos de idade. Elas poderão receber atendimento por meio período ou por tempo integral (das 8h às 17h), recebendo todos os cuidados de alimentação, higiene e atividades ocupacionais que vão estimular o desenvolvimento de suas capacidades motoras. 
A prevenção a novos casos também foi citada no evento. Desde 2016, está em vigor a Lei de nº 13.173, de autoria de Lucas de Brito, que prevê multa para quem contribuir, de alguma forma, para o surgimento de criadouros e para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Em caso de reincidência, o valor da multa é dobrado. O vereador destacou que é importante reforçar a existência da Lei para estimular a fiscalização da população em torno de locais que possam oferecer risco a população. 
"Temos que evitar o surto de casos como os que ocorreram entre 2015 e 2016, e que hoje são responsáveis por uma geração de crianças com microcefalia. O período de chuvas é um grande problema neste sentido, mas, se cada um fizer a sua parte, conseguimos combater o mosquito", salientou. Quem souber de locais que possam estar acumulando água parada, pode denunciar à Prefeitura de João Pessoa.

--