07/10/2019 - 14:33

Documentário “Essência” é lançado no Cinema Aruanda, da UFPB



O documentário “Essência”, produzido pela TV Câmara, foi lançado, na noite de sexta-feira (4), na sala de cinema Aruanda, no Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Na plateia, um público formado por familiares e amigos dos personagens, intelectuais e servidores da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). O presidente do Legislativo Pessoense, vereador João Corujinha (DC), também marcou presença na apresentação do trabalho cinematográfico.
O documentário “Essência” tem 21 minutos e traz um pouco da história de cinco personagens, com realidades e comportamentos completamente distintos. O índio potiguara, Pajé Izaías, fala um pouco de seus aspectos culturais na aldeia, que em Baia da Traição, e ainda apresenta sua família.
A professora de história Ana Leal narra, com entusiasmo e emoção, seu amor pela Capital paraibana, sua paixão em ser professora e o carinho que tem pelo meio ambiente, especialmente pelo Rio Paraíba.
Já o vendedor ambulante Ezequiel Ribeiro de Lima, mais conhecido popularmente como “Macaxeira”, que tem um comércio há mais de 20 anos em frente à Câmara dos Vereadores, conta um pouco do seu dia a dia como vendedor ambulante de lanches, em um carrinho, e de seu principal passatempo: participar de uma escola de samba no bairro da Torre.
A cantora de forró e apresentadora Sâmya Maia não esconde a emoção ao lembrar das dificuldades da família, na infância, quando morava na periferia de Fortaleza. Sâmya ainda resgata fatos sobre sua vida até chegar ao estrelato, como cantora e apresentadora de televisão. Por sua vez, o servidor público
Laison Sampaio fala sobre as dificuldades e barreiras enfrentadas como homem trans, o apoio que recebeu do pai e ressalta a importância de ter constituído uma família.
Festival
O documentário “Essência” foi selecionado para participar do Los Angeles Brazilian Film Festival (LABRFF), considerado o mais importante festival de cinema brasileiro no exterior. A 12ª edição do evento será realizada entre os dias 13 e 17 de outubro, na Califórnia.
Personagens agradecem e produtores falam sobre o trabalho
Ao final da apresentação do documentário, os personagens agradeceram, elogiaram o tratamento que tiveram da equipe de produção e ainda fizeram questão de enaltecer a importância desse trabalho. Para o secretário de Comunicação da CMJP, jornalista Lael Arruda, que dirigiu o filme, é uma honra ter participado, intensamente, da produção e das gravações do documentário. Ele destacou o empenho e profissionalismo de toda equipe, além do apoio dos vereadores, em especial do presidente da Casa, vereador João Corujinha.
“É uma honra e uma alegria muito grande estar aqui, acompanhando o lançamento do documentário e testemunhando a repercussão positiva que esse trabalho, feito com tanto carinho e dedicação de todos, vem tendo na sociedade e no Poder Legislativo Municipal. O apoio de todos os vereadores e do presidente João Corujinha foi decisivo e primordial para que a gente pudesse realizar e concluir esse documentário”, comentou Lael.
Segundo ele, a TV Câmara de João Pessoa tem ocupado um lugar de protagonismo entre as emissoras legislativas do Brasil, devido aos projetos produzidos pela equipe. “Isso é muito bom, muito importante para a história da TV Câmara, pois é o trabalho dos nossos profissionais que vem sendo reconhecido”, afirmou.
O cineasta Lúcio César Fernandes, responsável pela direção, produção e montagem, avaliou que o foco principal do documentário é tentar passar para o telespectador e para a sociedade, de um modo geral, que existem pessoas diferentes, com costumes distintos, mas que precisam ser valorizadas e respeitadas, acima de tudo. Lúcio César ressaltou que o documentário mostrou histórias de vida emocionantes, de dificuldades, alegrias, superação e conquistas.
Os operadores de câmeras, Luís Barbosa e Francisco Sátiro, passaram quase 15 dias em campo fazendo filmagens dos locais e entrevistas dos personagens do documentário. Para Luís, foi uma oportunidade incrível e um trabalho engrandecedor profissionalmente. Na opinião de Sátiro, a dedicação e profissionalismo de todos da equipe foram os ingredientes principais para que o filme superasse todas as expectativas.
Na ocasião, o presidente da CMJP, João Corujinha, disse que o documentário é fruto de um trabalho sério e qualificado de todos os profissionais que fazem a TV Câmara de João Pessoa. Ele voltou a afirmar que o Poder Legislativo Municipal tem utilizado seus veículos de comunicação (TV, Rádio, Portal e Mídias Digitais) em benefício da população, prestando serviços essenciais de cidadania e valorizando tudo o que é bom dentro de uma sociedade plural e diversificada.
João Corujinha disse, ainda, que a TV Câmara JP tem sido pioneira e prestado um serviço importante de cidadania ao realizar produções como o documentário “Essência” e outros programas que tratam sobre educação, proteção à mulher, cultura, entre outros. “Isso comprova, cada vez mais, que estamos trilhando caminhos corretos e adotando medidas que fortalecem a imagem e atuação do Parlamento Mirim”, afirmou.
Documentário é elogiado por historiador e estudantes
O historiador e escritor José Octavio de Arruda Melo era um dos espectadores. Uma turma de alunos da Escola Estadual Pedro Poti, do município de Mataraca, veio especialmente para acompanhar a apresentação do filme. A diretora da Escola, Viana Germana, e o professor Adailton Feliciano ficaram emocionados e parabenizaram todos pela produção. Já os alunos não tiraram os olhos da tela do cinema.