02/03/2020 - 11:54

Dirigente sindical continua reivindicando revisão no PCCR de servidores do sistema penitenciário



Manuel Leite de Araújo, presidente do Sindasp-PB, entidade sindical representativa dos servidores do sistema penitenciário da Paraíba, agora transformado em Polícia Penal, através de legislação federal, não dá trégua na reivindicação, junto à Secretaria de Administração do Estado, com vistas à revisão do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) da categoria.


 A revisão, segundo ele, visa à correção de danos salariais ocasionados, na concepção e execução do PCCR, no que concerne aos proventos dos servidores aposentados da categoria, decorrente de um processo de desenquadramento dos mesmos. O problema, ainda segundo ele, causou o rebaixamento das Classes funcionais dos servidores, provocando uma queda de 20 por cento no vencimento-básico dos mesmos, comprometendo as condições de vida de cada um, principalmente na questão  saúde.


 Além disso, conforme enfatiza o dirigente classista, os servidores ainda contabilizam significativa perda salarial, em seus contracheques, em conseqüência da implantação das Classes funcionais da categoria, que só beneficia o pessoal em franca atividade, pelo automático de mudanças de Níveis. O que o Sindasp-PB está pleiteando, com isso, é a equiparação de direitos, no quesito salário, entre ativos e inativos da categoria.