15/02/2020 - 09:37

Dia Mundial de Combate ao Câncer Infantil: 80% das crianças com a doença alcançam a cura quando diagnóstico é precoce



Receber o diagnóstico de um câncer para um indivíduo que já é adulto não é nada fácil. Agora uma mãe e um pai descobrirem que um filho, com tão pouca idade e, ao mesmo tempo com tanta coisa para descobrir, aprender e viver ser diagnosticado com câncer, é bem mais complicado. Como dizer ao filho, isso quando esse já tem um entendimento melhor das coisas, que ele está com câncer? O que fazer para que o pequeno entenda que é possível obter a cura?


De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), os tumores mais frequentes na infância são as leucemia, que afetam os glóbulos brancos; os que atingem o sistema nervoso central e os linfomas (sistema linfático). A estimativa é de que em 2020 sejam diagnosticados 8.460 novos casos de câncer infantojuvenil. Sendo 4.310 para o sexo masculino e 4.150 para o sexo feminino. Apesar de o câncer ser uma doença grave, cerca de 80% das crianças e adolescentes atingidas pela doença podem ser curados, se o diagnóstico ocorrer de forma precoce.


Pensando nesta necessidade de diagnosticar a doença precocemente, a coordenação da 4ª Edição da Corrida do Bem aproveita o Dia Mundial de Combate ao Câncer Infantil, celebrado neste sábado (15), para lembrar que a cidade de Campina Grande recebe no dia 9 de maio, mais uma ação que objetiva arrecadar recursos para Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), instituição que atua no tratamento de pessoas com câncer há 55 anos.


A 4ª Edição da Corrida do Bem terá três percursos: 3 km, 5 km e 10 km todos iniciam no Partage Shopping, na Avenida Brasília em Campina Grande. A prova contará com as categorias masculina, feminina e paraolímpica e as inscrições custam R$ 60. A atividade é coordenada e idealizada pelo ex-deputado estadual e autor do Estatuto da Pessoa com Câncer, Bruno Cunha Lima.


FAP – A Fundação Assistencial da Paraíba é uma entidade filantrópica, fundada em março de 1965, na cidade de Campina Grande. O atendimento foi ampliado em 1999, com o atendimento a um paciente acometido de câncer com a inauguração do “Centro de Cancerologia Dr. Ulisses Pinto”.
Assessoria