11/06/2019 - 16:29

Depudado estadual defende prisões de Moro e Dallagnol



O deputado estadual Jeová Campos (PSB) defendeu, nesta terça-feira (11), as prisões do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro e do procurador da República, Deltan Dallagnol. Ele disse que os dois agiram criminosamente contra a democracia do país. Jeová se referiu as mensagens que foram vazadas entre o então juiz Sérgio Moro e os procuradores da operação Lava Jato durante as investigações sobrebo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O parlamentar declarou que não tem como aceitar como sendo uma conduta normal. Segundo ele, ambos combinaram todo o processo de investigação, a sentença e até como o caso deveria ser tratado no Tribunal Regional Federal, em Porto Alegte (TRF4). " Eles agiram contra o estado democrático de direito", explicou.
Para o socialista, houve e coluio entre Sérgio Moro e os procuradores da operação Lava Jato para incriminar, propositadamente, para tirar Lula da disputa eleitoral de 2018. Alem disso, Jeová contou que o ex-presidente passou por um verdadeiro linchamento público. "Moro e Dallagnol feriram princípios constitucionais", concluiu.