05/03/2020 - 18:59

CMJP promove audiência para debater situação dos refugiados na Capital



Na próxima segunda-feira (9), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) vai reunir diversas entidades para debater a situação dos refugiados venezuelanos na Capital. A propositura do vereador Lucas de Brito (PV) tem o intuito de encontrar uma solução que garanta a instalação de uma política pública permanente para tratar desta população vulnerável. 


Estima-se que, desde o ano passado, mais de 400 refugiados tenham chegado à Paraíba, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Eles estão vivendo, principalmente, nas cidades do Conde e de João Pessoa, sendo acolhidos pela Casa do Migrante – vinculada ao Serviço Pastoral do Migrante, da Igreja Católica – e pelas prefeituras municipais. 


“Recentemente, muitos têm sido vistos nas ruas, pedindo ajuda para comprar comida e outros itens para o dia a dia. Precisamos discutir como prestar esse acolhimento de forma satisfatória, sem comprometer o desenvolvimento da cidade”, salientou Lucas de Brito. Desde o ano passado, o vereador tem participado de debates neste sentido no legislativo pessoense, com entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). 


As duas instituições estarão presentes na audiência de segunda-feira, que contará ainda com as presenças de representantes do Governo do Estado, MPF, Universidade Federal da Paraíba, Aldeias Infantis e secretários municipais. 


Crise – Pelo menos 4,7 milhões de venezuelanos já deixaram seu país por conta da grave crise humanitária instalada no território, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).


Destes, 264 mil buscaram abrigo no Brasil e 17 mil já conseguiram o status de refugiados. Eles estão sendo recebidos pela Operação Acolhida do Exército, mas alguns grupos passaram a entrar no país sem esta intermediação e acabaram nas ruas de várias cidades, inclusive da Capital paraibana.

Assessoria/CMJP