03/02/2019 - 11:23

Candidatos a prefeitura de Cabedelo têm candidaturas atacadas por pedidos de impugnação



Em Cabedelo, os quatro candidatos a prefeito tiveram registrados na Justiça Eleitoral pedidos de impugnação de suas candidaturas. As ações foram movidas entre os adversários e são fundamentadas nos argumentos de falta de documentos e de preenchimento de requisitos para a concorrência às Eleições Suplementares marcadas para 17 de março deste ano após renúncia de Leto Viana em 16 de outubro de 2018 e morte do vice-prefeito Flávio Oliveira, em 15 de julho passado.
Os candidatos têm um prazo para a apresentação das defesas contra as impugnações. O juiz Salvador de Oliveira Vasconcelos, da 57ª Zona Eleitoral de Cabedelo, é quem vai analisar os pedidos e as justiticativas. Após apresentação de defesa dos candidatos, será aberto vistas para o representante do Ministério Público Eleitoral analisar os casos. Em seguida, podem ser feitas diligências se as situações relatadas exigirem, e logo após virão as alegações finais.
Até o dia 15 de fevereiro todos os pedidos de impugnações e registros de candidaturas já tenham sido julgados pela Justiça Eleitoral de Cabedelo.
As regras da propaganda eleitoral para esse pleito são as mesmas das eleições de outubro de 2018. ‘Outdoors’ estão proibidos e quaisquer eventos como comícios, passeatas e outros devem ser comunicados previamente à Polícia Militar para a segurança e à Justiça Eleitoral.
A propaganda eleitoral na rádio comunitária de Cabedelo começa no dia 8 de fevereiro. Nessa segunda-feira (4), em reunião no Fórum Eleitoral do município, serão definidos os tempos e ordem dos candidatos no guia de rádio.
As chapas que disputam essas Eleições Suplementares são as seguintes:
– Eneide Régis (PSD), vice Janderson Brito (PSDB);
– José Eudes (PTB), vice Paulo Nogueira (Podemos);
– Marcos Patrício (PSOL), vice Françualdo Alves (PCdoB);
– Vitor Hugo (PRB), vice Aguinaldo Silva (PSB).