28/02/2020 - 21:12

Bolsonaro sempre foi apaixonado pela ditadura, afirma petista



O prresidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíiba ,Jackson Macedo, declarou, nesta sexta-feira (28), que o presidente Jair Bolsonaro ( sem partido) sempre foi apaixonado pela ditadura. Segundo ele, faz mais de 30 anos que o chefe do executivo federal não pensa em outra coisa se não na instituição de um regime de exceção no Brasil.

Para o petista , Bolsonaro vem flertando e não faz nenhuma questão de esconder o seu desejo latente de destruir com as instituições democráticas do país como, por exemplo, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo o dirigente petista no estado,as evidências de um golpe estão cada vez mais fortes e podem ser constatadas através das manifestações verbais do próprio presidente, familiares e auxiliares , além do mesmo ter se cercado de personalidades militares que cargoa na estrutura governamental.

Assim sendo, Macedo contou que as forças progressistas do país não vão se intimidar com as ameaças veladas por parte por parte do presidente ou de quem quer que seja. Ele contou ainda que no próximo dia 15 essas forças vão mostrar que o Brasil mão aceitar ser golpeeram coado mais uma uma vez como fizeram presidente Dilma Rousseff (PT).

Na avaliação de Jackson, o golpe que querem dar agora é ainda pior porque será através de armas das mais diversas e, além de tudo, acabar com a liberdade e a capacidade de pensar do povo brasileiro. 

29/02/2020 - 14:33

Bolsonaro sempre foi apaixonado pela ditadura, afirma petista



O prresidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíiba ,Jackson Macedo, declarou, nesta sexta-feira (28), que o presidente Jair Bolsonaro ( sem partido) sempre foi apaixonado pela ditadura. Segundo ele, faz mais de 30 anos que o chefe do executivo federal não pensa em outra coisa se não na instituição de um regime de exceção no Brasil.


Para o petista , Bolsonaro vem flertando e não faz nenhuma questão de esconder o seu desejo latente de destruir com as instituições democráticas do país como, por exemplo, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).


Segundo o dirigente petista no estado,as evidências de um golpe estão cada vez mais fortes e podem ser constatadas através das manifestações verbais do próprio presidente, familiares e auxiliares , além do mesmo ter se cercado de personalidades militares que cargoa na estrutura governamental.


Assim sendo, Macedo contou que as forças progressistas do país não vão se intimidar com as ameaças veladas por parte por parte do presidente ou de quem quer que seja. Ele contou ainda que no próximo dia 15 essas forças vão mostrar que o Brasil mão aceitar ser golpeeram coado mais uma uma vez como fizeram presidente Dilma Rousseff (PT).


Na avaliação de Jackson, o golpe que querem dar agora é ainda pior porque será através de armas das mais diversas e, além de tudo, acabar com a liberdade e a capacidade de pensar do povo brasileiro.