|
Atualizado em 05/12/2017 às 17:50

Protestos contra reforma da Previdência reúne entidades em Campina

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba (Stiupb), participaram do protesto organizado por Centrais Sindicais e Sindicatos, na manhã desta terça-feira (5) na Praça da Bandeira, em Campina Grande. 

 

Na ocasião, representantes de entidades as mais diversas (Stiupb, Sintab, CUT, UEPB, etc), se revezaram nas falas, tendo como foco o Projeto da Reforma da Previdência, que pode se colocado em votação no Congresso Nacional ainda este ano. 

 

Guilherme Mateus, diretor financeiro do Stiupb, além de ter conclamado os trabalhadores a estarem vigilantes diante dos desmandos do Governo Temer, destacou que em Campina Grande, o Governo Romero Rodrigues, com o apoio da maioria dos vereadores sentados na Câmara, quer municipalizar os serviços de água e esgoto, hoje gerenciados pela Cagepa. 

 

"E isso é muito grave. Eles querem municipalizar para depois privatizar. E nós já sabemos o resultado disso, tarifas mais elevadas e postos de trabalho em risco", afirmou Guilherme   

 

O vice-presidente da entidade, Adriano Teixeira, também fez uso da palavra e conclamou a todos a se conscientizarem do momento difícil que o País está atravessando: "É um absurdo o Governo dizer que a Reforma da Previdência irá cortar privilégios. O trabalhador não tem privilégio algum. Até mesmo conquistas das minorias, de décadas, estão sendo aniquiladas pelo Governo".

 

O presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, esteve impossibilitado de participar do protesto. 

Fonte: Redação