23/04/2017 - 18:54

O próximo 03 de Maio


Muita expectativa para o próximo dia 03 de maio. A cidade de Curitiba (PR) vai se tornar, sem dúvida, o centro das atenções de todo o mundo. Nesse dia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o juiz federal Sérgio Moro vão ficar frente a frente.  Lula vai ser ouvido pelo magistrado por ser um dos investigados pela operação Lava-Jato da Polícia Federal. Nínguém pode negar que vai ser um evento que atrairá todos os olhares (seja a favor ou contra o ex-presidente).  

Por se tratar de um grande acontecimento da política brasieira, já é perceptível a grande movimentação de todas as correntes políicas do país. Há quem aposte em uma possível prisão do ex-dirigente da nação e há aqueles que acreditam na derrocada do juiz Sérgio Moro pela inexistência de crimes praticados pelo petista e que , por isso, não terá como levar adiante o que os defensores de Lula chamam de perseguição descabida contra quem só fez o bem para quem mais precisava.

O fato é que independentemente do resultado, a cidade irá receber um grande fluxo de profissionais de imprensa e de cidadãos. Os chamados partidos de esquerda e os movimentos que dão sustentação política ao ex-presidente estão prometendo lotar a capital paranaense para prestar apoio a ele. Os adversários do "lulismo" estão vendo essa  mobilização como uma forma de pressionar Sérgio Moro durante o interrogatório com o objetivo de provocar uma certa intimidação.

É difícil saber o que vai acontecer de concreto em uma investigação tão complexa como é essa em que Lula é um dos réus. O que se espera de tudo isso é que a justiça seja feita. Que os inocentes sejam reconhecidos como inocentes e os culpados sejam punidos de forma exemplar. Outra coisa que também se espera é que os recursos desviados possam ser devolvidos aos cofres públicos. Se isso acontecer vai impor mais medo naqueles que, porventura, atentem contra o erário e contra o povo brasileiro.