30/06/2020 - 20:42

Técnico Bruno Lage deixa Benfica e torcida já sonha com Jorge Jesus



Fim da linha para Bruno Lage no Benfica. Após a derrota por 2 a 0 para o Marítimo, o técnico pediu demissão faltando apenas cinco rodadas para o término do Campeonato Português. Desde o retorno da competição após a paralisação devido ao novo coronavírus, o time de Lisboa conseguiu apenas uma vitória em cinco partidas.

O baixo rendimento fez o Benfica se distanciar do líder Porto. Há duas rodadas, as águias chegaram a liderar a competição ao vencer o Rio Ave por 2 a 1. Porém, as duas derrotas nas partidas seguintes fizeram a equipe de Bruno Lage ficar seis pontos atrás do grande rival.

O presidente do Benfica, Luís Felipe Vieira, assumiu a culpa pela fase ruim do time e revelou o incômodo de Bruno Lage com a situação.

“Sou o único culpado, não há aqui mais culpados. Sou eu. Nosso treinador, Bruno Lage, quando acabou o jogo, dirigiu-se a mim e me disse: presidente, tens meu lugar a sua disposição, porque entendo que neste momento as coisas não são boas para o Benfica. Não quero dizer que eu não tenha qualidade, não tenha capacidade para dar a volta por cima, como já dei. Mas neste momento não há condições para fazer, toda a gente parece que quer que eu vá embora”.

O sentimento de que não havia mais clima para a continuidade de Bruno Lage não é exclusividade do treinador. Torcedor do Benfica, Marco Teles, de 32 anos, entende que o técnico cometeu erros que o levaram a “perder o vestiário”.

“Em relação à saída do Bruno Lage, como benfiquista, acho que foi a melhor solução, pois ele, ultimamente, não tem feito as melhores opções. Foi um técnico muito importante no título da temporada anterior, mas neste ano não está tão bem. Ele excluiu alguns jogadores da equipe e voltou a utilizá-los agora nesta fase que a equipe está pior, como o Zivkovic. Tem também o caso do Samaris, que foi muito importante na temporada passada e nesta foi pouco utilizado. Obviamente, isto tem interferência dentro da equipe. Os jogadores sentem esses erros e também começam a falhar. Às vezes parece até falhas propositais para prejudicar a equipe e mandarem o treinador embora”.

Agência Brasil