22/11/2020 - 11:31

RS: Segurança do Carrefour sufocou João Alberto com o joelho por três minutos



As câmeras de segurança do supermercado Carrefour de Porto Alegre (RS) flagraram a ação que levou a morte brutal de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado por dois seguranças na quinta-feira (19). No vídeo, é possível ver os seguranças seguindo o homem que dá um soco em um dos funcionários. As informações são do G1.

Logo em seguida, João Alberto é agarrado e começa a ser agredido com chutes e socos, enquanto resiste em pé à tentativa de imobilização. Um dos seguranças consegue pegar uma das pernas do homem e o derruba no chão. A série de agressões contínua com João Alberto recebendo socos na cabeça e também no abdômen.

Tempo depois, outros funcionários chegam no local. Um deles parece pedir calma aos seguranças enquanto outro ajuda os vigilantes que já estavam segurando João Alberto. Mesmo imobilizado por três pessoas, o espaçamento continua.


Nas imagens também é possível ver o momento em que a esposa do homem, Milena Borges Alves, chega e tenta impedir as agressões. No entanto, ela é afastada por três homens uniformizados. Um dos funcionário fica com o joelho nas costas de João Alberto, perto do pescoço, por cerca de três minutos até a vítima parar de se mexer.

Após o crime, o policial militar Giovane Gaspar da Silva, de 24 anos, e o segurança Magno Braz Borges, de 30, foram presos em flagrante. A cena que também foi gravada por quem passava pelo local gerou revolta nacional e desencadeou protestos pelo país e no mundo.

ISTOE