28/11/2020 - 12:21

Ronda Maria da Penha realiza mais de 430 atendimentos remotos de janeiro a outubro deste ano



O programa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Ronda Maria da Penha, já realizou, de janeiro a outubro de 2020, cerca de 435 atendimentos por telefone, não registrando nenhuma ocorrência de agressão entre as usuárias. A atividade segue uma linha de atuação que desenvolve triagens, visitas, monitoramento e ações educativas, visando contribuir com a segurança das mulheres que estão com medidas protetivas expedidas pela justiça.

Para o secretário de Segurança Urbana e Cidadania, Dênis Soares, o não surgimento de casos de agressões e molestamento é fruto de um trabalho diário da PMJP para garantir as mulheres do programa mais proteção. “Com o plano de segurança de João Pessoa, que terá recursos do BID, vamos tornar João Pessoa uma das capitais do Brasil mais segura para as mulheres. Utilizaremos tecnologia de ponta como drones, botão de socorro e inteligência artificial. Vamos alcançar o tempo recorde de resposta para estas ocorrências”, disse.

A Ronda Maria da Penha é coordenada pela Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM) e conta com a atuação da Guarda Municipal. Após o agressor ser notificado pela Justiça sobre a medida protetiva, que o impede de se aproximar da vítima, a equipe multidisciplinar entra em ação, primeiro em contato com a vítima para que ela autorize o acompanhamento da ronda.

Sede da Ronda – A sede do serviço funciona na Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, que fica no primeiro andar do Paço Municipal, na Praça Pedro Américo, n° 70. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h e acontece com todos os cuidados em prevenção contra a covid-19. O telefone de contato é 3214-1759.

Já o Centro de Referência da Mulher, outro serviço disponibilizado pela prefeitura, tem o seguinte número para contato: 0800-283-3883. A Guarda Municipal pode ser acionada pelo 153.

Secom JP