23/10/2020 - 12:18

Roger Abdelmassih é atacado em SP por preso que teve a irmã estuprada



O ex-médico condenado a 173 anos de prisão por estuprar pacientes Roger Abdelmassih foi atacado por um detento na quarta-feira (21), no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário, no Carandiru, em São Paulo. As informações são da TV Globo.

De acordo com o secretário da Administração Penitenciária (SAP), Nivaldo Restivo, o ataque aconteceu no início da tarde após um preso, que teve a irmã estuprada recentemente, chegar ao hospital para ser medicado por conta de uma fratura no fêmur.

“Quando soube que Roger estava na mesma ala do hospital penitenciário, ele invadiu o quarto, pulou sobre Roger e o atacou com as mãos”, diz Restivo.

 
Funcionários do hospital perceberam o ataque e conseguiram controlar o preso antes que ele conseguisse ferir o ex-médico, de acordo com a SAP.

O advogado de Abdelmassih, Evandro Cordeiro, confirmou as informações e disse que o ex-médico passa bem e continua internado no mesmo hospital. Ele foi transferido no dia 10 de setembro da penitenciária do Tremembé após o ministro do STF Ricardo Lewandowski acatar o pedido de sua defesa para essa transferência.


Antes de ir para o hospital penitenciário onde foi atacado, Abdelmassih estava preso em regime fechado no presídio do Tremembé desde o dia 31 de agosto, para onde foi levado após cumprir 4 meses de prisão domiciliar por conta da pandemia do novo coronavírus.

IstoE