04/10/2020 - 18:18

“Preciso governar”, diz Bolsonaro sobre visita à casa de Toffoli



Questionado por 1 apoiador no Facebook sobre a visita à casa do ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (3.out.2020) que precisa governar.

© Reprodução/CNN Brasil Encontro foi registrado por repórteres da CNN BrasilO presidente se reuniu com Toffoli, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e com o desembargador Kassio Nunes Marques, que foi indicado ao Supremo nesta 6ª feira (2.out.2020).

Ele foi recepcionado pelo ministro do STF com 1 abraço. Ambos estavam sem máscara. Dias Toffoli é alvo de críticas de apoiadores de Bolsonaro. Ele foi indicado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o Supremo em 2009, sendo que atuou como advogado de 3 campanhas presidenciais do petista.

Em comentário, o apoiador perguntou: “Meu presidente, bom dia! O senhor pode explicar isto? Sou eleito seu, só não quero ficar com dúvidas de nada”. O presidente respondeu: “preciso governar. Converso com todos em Brasília. Um abraço”.

À Folha de S.Paulo, o ministro disse que Bolsonaro foi à casa dele por “amizade“. “Eu tenho uma boa relação com o presidente. Não sou amigo íntimo, mas ele veio aqui porque se sente bem”, afirmou.

A reunião foi feita no Lago Norte, região nobre de Brasília. Eles assistiram à vitória do Palmeiras sobre o Ceará, pela 13ª rodada do Brasileirão. Todos deixaram o local por volta das 22h30, segundo informou o G1.

O compromisso não estava registrado nas agendas oficiais dos presidentes de Bolsonaro, Alcolumbre ou de Toffoli.

O encontro na casa do ministro do Supremo foi realizado 2 dias depois de Bolsonaro anunciar, em live no Facebook, a indicação de Kassio Nunes Marques ao Supremo, na cadeira que ficará vaga com a aposentadoria do ministro Celso de Mello. A CNN Brasil conseguiu registrar uma imagem do encontro.

Poder 360