23/02/2019 - 17:13

Musa é barrada para desfile de escola de samba após tatuar Bolsonaro no corpo



A musa da escola de samba Unidos de Vila Maria, em São Paulo, foi impedida de desfilar no carnaval de 2019 por causa da tatuagem que fez em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Erika Canela tem 27 anos e tatuou uma imagem de uma espécie de boneco de Bolsonaro com faixa presidencial e fazendo sinal de armas com as mãos.
Erika, que estampou a capa Playboy de Portugal e foi Miss Bumbum Brasil 2016, foi informada pelo vice-presidente da escola de samba, Valter Belo, que seria melhor não desfilar por conta das críticas que ela recebeu nas redes sociais após ter exposto a tatuagem em fotos sensuais no Instagram.


Na rede social, Erika virou alvo de piadas e um internauta chegou a comentar na foto onde a tatuagem aparece: “Melhor ‘Jair’ assistindo o carnaval em casa pela Globo (sic).”