05/04/2020 - 11:32

Mandetta aparece em lives de música para defender isolamento



O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participou de transmissões ao vivo de artistas na internet para defender o isolamento social como medida de combate ao coronavírus. Neste sábado, 4, um vídeo gravado pelo ministro foi exibido durante uma live do YouTube exibida pelo cantor de forró Xand Avião, que reuniu mais de 600 mil pessoas, e também pela dupla sertaneja Jorge e Mateus.

"Artistas populares, que estão fazendo lives de todo o Brasil, você, Xand, eu sei que depois vão ter Jorge e Mateus, tem vários artistas Brasil a fora que estão fazendo. É importante que a música chegue, mas importante que a gente não aglutine, que a gente não coloque várias pessoas no mesmo lugar", afirmou Mandetta durante a transmissão.

"Os shows são feitos de casa. E que as pessoas possam ter esse contato, porque o show não pode parar, mas a aglutinação tem que parar. A gente tem que proteger um ao outro e proteger o sistema de saúde, para que depois a gente possa se abraçar", diz o ministro no vídeo.

A decisão do fechamento de comércios não-essenciais para conter o avanço do novo coronavírus, tomada por governadores do País com o aval do Ministério da Saúde, é motivo de discordância entre o ministro e o presidente Jair Bolsonaro. O presidente tem dito, em público, que é necessário fazer o enfretamento ao vírus "sem deixar para trás os empregos". Já a recomendação de Mandetta segue o que dizem especialistas e a Organização Mundial de Saúde (OMS), que consideram o isolamento social a forma mais eficaz de se evitar a propagação do vírus.

Na última quinta, 2, Bolsonaro chegou a dizer que faltaria "humildade" a Mandetta e, embora tenha descartado dispensar o ministro em meio à pandemia, ressaltou que ninguém é "indemissível" em seu governo. Questionado, Mandetta respondeu: "Eu só trabalho, lavoro, lavoro".

A live de Xand Avião teve um total de 6 milhões, e mais de 600 mil visualizações simultâneas. A mensagem foi exibida duas vezes durante a live de Jorge e Mateus, que tinha 1,8 milhão de espectadores simultâneos na noite deste sábado, 4. / COLABOROU TULIO KRUSE


Terra