13/01/2020 - 12:31

Guedes volta de férias e começa périplo internacional



O ministro da Economia, Paulo Guedes, retorna nesta segunda-feira (13) de recesso de dez dias. Ainda nesta semana, ele começará sua tour internacional, que inclui visita aos Estados Unidos, à Suíça e à Índia, do dia 16 a 27 de janeiro.
O chefe da área econômica do governo federal estava de recesso desde o dia 2 de janeiro. Leia mais abaixo os principais eventos do governo previstos para esta semana.
Seu primeiro compromisso oficial em 2020 será na manhã desta segunda-feira, em reunião com todos os secretários do ministério e assessores especiais. Em seguida, Guedes almoçará com seus secretários especiais.
Nas duas reuniões devem ser discutidas as diretrizes da pasta para o novo ano.
No próximo dia 16, o ministro será homenageado em um jantar na Universidade de Stanford, na Califórnia, promovido pela Mont Pelerin Society Meeting, grupo americano de liberais.
Dos Estados Unidos, ele seguirá para a Suíça, onde representará o governo brasileiro no Fórum Econômico Mundial em Davos a partir da próxima segunda-feira (20).
Inicialmente era esperada a presença do presidente Jair Bolsonaro no evento mundial de economia, mas sua ausência foi confirmada em comunicado feito na última quarta-feira (8) pelo porta-voz da Presidência, general Otávio Rego Barros.
 
"O presidente e uma equipe de assessores analisam uma série de aspectos, aspectos econômicos, aspectos de segurança, políticos. E o somatório desses aspectos, quando levados à apreciação do presidente, ele viu que não era o caso de não participar desse fórum", disse o general Rego Barros em justificativa sem detalhar os motivos do cancelamento.
De Davos, o ministro da Economia seguirá para a Índia, acompanhando a comitiva presidencial liderada por Jair Bolsonaro.
> Bolsonaro cancela ida a Davos; Guedes está confirmado
> Onyx critica ditaduras e publica vídeo exaltando a ditadura da Arábia
Bolsonaro retorna ao Planalto
Depois de passar os últimos dias no litoral paulista, onde conciliou momentos de lazer e trabalho, o presidente Jair Bolsonaro volta a despachar em Brasília na terça-feira (14).
O mandatário foi para a cidade de Guarujá na última quinta-feira (9), onde repousou no Forte dos Andradas. Durante a viagem, Bolsonaro participou de uma inauguração de uma unidade da Santa Casa em Santos.
O evento contou com a presença de adversários do governador de São Paulo,  João Doria (PSDB), como o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf (MDB).
O presidente deve receber ministros e auxiliares ao longo da semana. Mas, até o início desta segunda, não havia compromissos oficiais agendados.
Mourão reinaugura base brasileira na Antártica
O vice-presidente Hamilton Mourão viaja à Antártica, onde será o principal representante do governo brasileiro na reinauguração da Estação Comandante Ferraz, base de pesquisa do país no continente, nesta terça.
O novo prédio, que fica na ilha Rei George, na Bahia do Almirantado, está sendo erguido ao lado da atual base, que tem estrutura provisória.
Criada em 1984, a estação sofreu um grande incêndio em 2012. O investimento para a recuperação da base foi de cerca de US$ 100 milhões.
> Bolsonaro conversa com Skaf e tenta trazê-lo para novo partido
Congresso em Foco