23/01/2019 - 08:26

Em quatro anos, registro de armas por pessoas físicas aumenta em 17 estados



No ano em que o debate sobre armamento voltou à tona, na esteira da campanha eleitoral de 2018, o número de novas armas registradas por pessoas físicas para defesa pessoal no Sinarm (Sistema Nacional de Armas) cresceu em 17 estados em comparação com 2014. No país o crescimento é de 47% –de 24.645 para 36.238.
Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, no último dia 15, flexibilizou as regras para a posse de armas no Brasil. O crescimento deve continuar nos próximos anos, dizem especialistas.
O sistema da Polícia Federal computa todas as armas de civis compradas com o objetivo de proteção, profissionais de segurança privada e de órgãos públicos, como policiais civis e federais.
As usadas para outras atividades, como caça, tiro esportivo e por militares são registradas no Sigma (Sistema de Gerenciamento Militar de Armas), do Exército.
Agora São Paulo