27/03/2020 - 13:30

Comissão de Constituição e Justiça apresenta projeto para que Câmara de João Pessoa realize votação remota



A Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), sob a presidência do vereador Thiago Lucena (PMN), se reuniu nesta sexta-feira (27), de forma remota, para discutir a formulação de um Projeto de Resolução para que a Casa passe a adotar o sistema de votação online, por vídeo conferência, aos moldes do que já é adotado no Congresso Nacional e até na Assembleia Legislativa da Paraíba. O parlamentar destacou que essa é uma maneira do legislativo auxiliar o executivo no enfrentamento da pandemia do Coronavírus.

De acordo com Thiago Lucena, a participação dos vereadores Bruno Farias (Cidadania), Léo Bezerra (PSB), Fernando Milanez Neto (PTB), Dinho (PMN) e Professor Gabriel (PSD), foi fundamental para discussão e elaboração da pauta que será apresentada ao presidente da Câmara, João Corujinha (DC).

“A adoção da votação online é uma forma de mostrarmos proatividade nesse momento difícil. Podemos manter a Câmara funcionando independentemente das decisões que serão tomadas pelas autoridades durante o período de isolamento social. Isso é extremamente necessário para o funcionamento da Casa Legislativa que poderá realizar votações de projetos do Executivo ou dos parlamentares que podem ser essenciais para a cidade não parar”, destacou Thiago.

Segundo o presidente da CCJ, o vereador Bruno Farias será o relator do Projeto de Resolução que vai sugerir o início dos trabalhos de votação remota. Após a elaboração da matéria, ela será encaminhada para Mesa Diretora que vai se pronunciar e decidir sobre o que foi sugerido pelos vereadores que formam a Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

Assessoria