05/04/2020 - 09:37

Ator Carlos Vereza rompe com Bolsonaro: “Não dá mais”


Um dos maiores apoiadores de Jair Bolsonaro na classe artística, o ator Carlos Vereza retirou ontem seu apoio ao presidente. Em post no Facebook, ele afirmou que o comportamento de Bolsonaro durante a crise do coronavírus o fez repensar sua posição. Vereza ainda publicou em sua página diversas mensagens de apoio ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Estava tentando defender Bolsonaro, não tanto por ele, mas pela normalidade das instituições. Mas ele desautorizar publicamente o ministro da saúde por ciúmes, não dá mais: tirei o time”, escreveu no Facebook.

Carlos Vereza
na quinta
Estava tentando defender Bolsonaro, não tanto por ele, mas pela normalidade das instituições.

Mas ele desautorizar publicamente o ministro da saúde por ciúmes, não dá mais:

tirei o time.
 
 
2,9 mil
71
1,4 mil

Em outras mensagens, Vereza acusou Bolsonaro de estar “fritando” Mandetta. Atacado por seguidores de Bolsonaro, Vereza decidiu fechar sua página para o público e deixá-la apenas para amigos.

 Carlos Vereza
na sexta
Aprendi na vida a não tomar decisões precipitadas. Na vida e na política. Mas o limite se apresenta quando a realidade se impõe à força dos fatos.

Os fatos, esse personagem sempre desconsiderado pelos políticos populistas.

Essa estratégia de vitimização de Bolsonaro esgotou-se pela repetição, tornou-se previsível, e portanto cansativa. 

...Ver mais
 
 
3,7 mil
10
1,7 mil

05/04/2020 - 10:20

Ator Carlos Vereza rompe com Bolsonaro: “Não dá mais”



Um dos maiores apoiadores de Jair Bolsonaro na classe artística, o ator Carlos Vereza retirou ontem seu apoio ao presidente. Em post no Facebook, ele afirmou que o comportamento de Bolsonaro durante a crise do coronavírus o fez repensar sua posição. Vereza ainda publicou em sua página diversas mensagens de apoio ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Estava tentando defender Bolsonaro, não tanto por ele, mas pela normalidade das instituições. Mas ele desautorizar publicamente o ministro da saúde por ciúmes, não dá mais: tirei o time”, escreveu no Facebook.

Carlos Vereza
na quinta
Estava tentando defender Bolsonaro, não tanto por ele, mas pela normalidade das instituições.

Mas ele desautorizar publicamente o ministro da saúde por ciúmes, não dá mais:

tirei o time.

Em outras mensagens, Vereza acusou Bolsonaro de estar “fritando” Mandetta. Atacado por seguidores de Bolsonaro, Vereza decidiu fechar sua página para o público e deixá-la apenas para amigos.

Carlos Vereza
na sexta
Aprendi na vida a não tomar decisões precipitadas. Na vida e na política. Mas o limite se apresenta quando a realidade se impõe à força dos fatos.

Os fatos, esse personagem sempre desconsiderado pelos políticos populistas.

Essa estratégia de vitimização de Bolsonaro esgotou-se pela repetição, tornou-se previsível, e portanto cansativa. 

MSN